Atividades de Leitura para alunos que ainda não leem

Se ler é atribuir significado, qualquer criança, antes mesmo de estar alfabetizada é capaz de ler. Portanto, é essencial o trabalho de leitura sobre textos contextualizados em situações em que a leitura seja funcional, pois só se pode aprender a ler, lendo.

Todos os alunos precisam participar de atos de leitura para que descubram que a escrita e a fala se relacionam. É importante que todos tenham a oportunidade de manusear livros de diversos gêneros textuais. É interessante que se tenha uma caixa em sala de aula, contendo alguns livros, que podem ter sido lidos anteriormente pelo professor no momento da “leitura compartilhada” na “roda de conversa”. Esse momento consiste na leitura de um texto pelo professor para a turma. Ler pelo simples prazer de ler, não uma leitura que preceda algum tipo de atividade, mas sim uma leitura prazerosa, por meio da qual o aluno veja o professor como um modelo de leitor, que utiliza entonações e dá vida ao texto lido.

O aluno pode utilizar diferentes estratégias de leitura para conseguir chegar ao resultado esperado. Algumas atividades de leitura podem tornar-se atividades de escrita e vice-versa, para isso é necessária a compreensão de que somente as atividades em que o aluno precise realmente escrever, de forma que utilize todos os conhecimentos que possui em relação a qual letra utilizar e a quantidade de letras que podem ser consideradas atividades de Escrita. Porém o professor, naquele momento, é o escriba do texto. Caso o aluno precise encontrar a palavra (resposta) no texto, a atividade torna-se de leitura. Todas as atividades em que exista um banco de palavras, que o aluno precise consultar para encontrar a resposta correta também são consideradas atividades de leitura.

Como sugestões de outras atividades de leitura podemos: realizar o empréstimo de alguns livros em sala de aula, deixando que os alunos o levem para casa e no dia seguinte contem a história na “roda de conversa” para os demais colegas. Mesmo que ainda não saiba ler convencionalmente o aluno pode utilizar outras estratégias para contar a história: escolher uma história na “roda de leitura”, e depois visitar a outras salas para que eles contem a história que foi ouvida na “roda de conversa”. O professor pode ainda fazer uma “roda de leitura”, para que a leitura da história feita pelos alunos seja gravada por meio de um gravador, a partir dessa leitura, seja gravado um CD com diversas histórias contadas pela turma.

FONTE: Caderno Pedagógico de Língua Portuguesa – 1º ao 4º de Duque de Caxias – RJ

Você pode gostar...

Comente esta postagem

2 Resultados

  1. Leda disse:

    onde esta o material?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *