Pequenos curtas abordam a vida de crianças com deficiências

O respeito pela diversidade e o cuidado com o outro são valores que começam na infância, nos primeiros referenciais de mundo apresentados para a criança. Por isso mesmo é tão fundamental oferecer oportunidades de a criança perceber como as pessoas são únicas e que cada uma desenvolve as suas potencialidades. Histórias de ficção, tanto dos livros quanto de obras audiovisuais, podem ser fortes aliadas nesta missão.

Confira uma seleção de curtas-metragens que propõe um olhar cuidadoso sobre as diferentes formas de ser e ver o mundo.

O presente

Um garoto ganha de presente de sua mãe um filhote de cachorro. Mas, ao perceber a ausência de uma de suas patas, logo o rejeita e não se interessa por brincar com ele, continuando a jogar videogame. Aos poucos vai notando que mesmo sem uma das partes de seu corpo, o cão consegue correr a seu modo e o convida a fazer o mesmo.

Tamara

Tamara é uma menina surda, que tem um interesse todo especial pela dança. Mesmo não podendo ouvir, sonha com as histórias que lê, dá rodopios pelo quarto com seu bichinho de pelúcia e se põe a admirar a bailarina que mora em sua caixinha de música, sentindo cada passo e movimento com a emoção daquilo que a toca.

Este é o ponto

Produzido por duas adolescentes de 16 anos, “Este é o ponto” retrata as dificuldades encontradas por pessoas portadoras de necessidades especiais durante sua espera num ponto de ônibus. Stefanie e Rafaela (criadoras do curta-metragem) nos convidam a olhar com cuidado para as adversidades que fazem parte do cotidiano daqueles que não têm os mesmos privilégios para se locomover pela cidade.

FONTE: http://www.todacriancapodeaprender.org.br

 

Você pode gostar...

Comente esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *