Como ajudar a criança de 5 a 6 anos a desenvolver aprendizagens de melhor forma na escola?

O que você pode fazer para que a criança aprenda melhor na escola?

A criança sente satisfação e prazer em vivenciar atividades que estimulem a criatividade, imaginação, construção do pensamento e que possibilitem estabelecer novas relações.

Essas atividades devem continuar sendo planejadas de forma a oferecer às crianças possibilidade de contato, uso e exploração de materiais, como: caixas, latinhas, diferentes papéis, papelões, copos plásticos, embalagens de produtos, argila e elementos da natureza (folhas de árvores, sementes, flores, terra). Ao selecionar os materiais deve-se evitar os tóxicos, cortantes ou aqueles que apresentam possibilidade de machucar ou provocar algum dano para a criança.

– Na criação de desenhos, pinturas, colagens e modelagens podem ser utilizados os elementos, como: ponto, linha, forma, cor, volume e exploração do espaço físico.

– O desenho deve ser realizado livremente sem intervenção, sendo importante que sejam explorados os diversos materiais, como lápis, giz de cera, carvão, giz, penas, gravetos, entre outros. Torna-se fundamental o uso de materiais de diferentes tamanhos e texturas, como papel, cartolina, lixa, areia, etc.

– Desperte o gosto de seu filho pela leitura.

– Pergunte sempre e em lugares diferentes “O que está escrito aqui?”. Ele ainda não sabe ler, mas aprenderá que as coisas têm nome e que este nome está escrito ali (cartaz de cinema, rótulo de embalagem, placas de identificação).

– Leia para ele.

 Ensine seu filho a identificar os sons que formam uma palavra. Peça que brinque com você de dizer palavras que tenham um determinado som. Ex.: o som do ar saindo do balão “sssss”. A partir disso, será estimulado a encontrar as palavras: sapato, sapo, salto, entre outras. Repita o jogo com outros fonemas, como: “l, r, b”.

– Faça o som e peça que ele diga o nome de amigos que tenham este som.

– Quando a criança aprende a identificar um som que mais se ouve, depois ela poderá aprender a dizer todos os sons que formam uma palavra fácil e curta.

– Durante toda a infância você tem contribuído para que seu filho goste de leitura, por meio das histórias infantis com fantoches e livros. Continue estimulando-o, pois auxilia na aprendizagem e incentiva o prazer pela leitura.

– Nessa faixa etária a criança começa a mostrar interesse em aprender a escrever.

– É muito importante o estímulo que você fornece e os materiais adequados que você utiliza.

– Seu filho já identifica os objetos, por: forma, cor, tamanho, estabelece relações e até os classifica. Localiza os objetos no espaço (acima, abaixo, dentro, fora), demonstrando que já inicia a construção de novos conceitos.

– Peça que observe como os objetos podem ser diferentes mas da mesma quantidade. “Onde tem mais?” “Onde tem menos?”

– Seguindo esta mesma linha de brincadeira, você pode fazer outras perguntas, baseando-se em todas as coisas que rodeiam a criança.

– Aprender a medir é muito importante. Ela deve aprender que se pode medir muitas coisas e que os instrumentos para isso são variados.

– Brinque de medir o que é largo, estreito, comprido ou curto, por exemplo: uma mesa ou um cabo de vassoura. Nestas medições podem ser utilizados objetos diferentes, pois quanto mais couberem no vão, mais largo será, para saber o que é mais largo. Utilize pedaços de fios, linhas, barbantes ou fitas que possam servir de referência para a criança medir. O exemplo com 2 cabos de vassoura de diferentes tamanhos pode ser feito com uma linha para saber qual é o maior. É importante que o adulto esteja atento ao uso desses materiais.

– Ensine que o líquido também se mede. Brincando como descobrir onde cabe mais água, se numa colher de chá ou numa concha, copo ou jarra.

– Faça seu filho colocar de copo em copo, água em um balde vazio e para cada copo, pegar um brinquedo. No final ele poderá contar quantos brinquedos e o número de copos de água necessários para encher um balde.

– Mesmo pequeno, ele já pode resolver problemas simples como: 2 amigos estão brincando, 1 tem 3 pedras e o outro também tem 3 pedras. “Quantas pedras eles têm?”
Na árvore tinham 5 passarinhos, 2 saíram voando. “Quantos ficaram?”

– Para as crianças desta idade, os problemas devem estar desenhados. Você pode fazer desenhos simples. Eles são melhor resolvidos quando se utilizam objetos, fichas, brinquedos, figuras ou sementes.

Lembre que você está estimulando seu filho a aprender. Isso não significa que ele precisa acertar sempre, pois ele está em processo de aprendizagem.

O aprimoramento das habilidades adquiridas irá favorecer o desenvolvimento neurológico, psíquico e social; levando à maturação para a próxima etapa da sua vida e consequentemente proporcionando novas aprendizagens.


FONTE: EBC Infantil

Você pode gostar...

Comente esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *