CORONAVÍRUS: Ano letivo é cancelado em Nova York e escolas ficarão fechadas

 INSCREVA-SE NO CANAL E SEMPRE RECEBA NOVIDADES SOBRE MATERIAIS E CURSOS EAD GRATUITOS...

O prefeito da cidade de Nova York, Bill de Blasio, afirmou neste sábado (11) que as escolas públicas da cidade permanecerão fechadas pelo resto do ano letivo, por conta do surto do novo coronavírus. A região é a mais atingida dos EUA, atual epicentro da pandemia.

“Ter que dizer que não podemos reabrir nossas escolas para o restante deste ano letivo é doloroso, mas também posso dizer que é a coisa certa a se fazer”, disse Blasio, em entrevista coletiva.

No EUA, assim como na Europa, o período escolar vai de setembro até o fim de junho do ano seguinte, encerrando para férias durante o verão do Hemisfério Norte (de junho a setembro).

De Blasio ordenou a suspensão das aulas da rede pública em 16 de março para conter a propagação do vírus, planos de reabrir em 20 de abril. No entanto, o prefeito disse que, com o aumento dos casos, ficou claro que isso não será possível.

Coronavírus nos EUA

Com 500.399, os Estados Unidos chegaram a mais de meio milhão de casos de coronavírus nesta sexta-feira (10) e também estão prestes a se tornar o país com mais mortes causadas pela Covid-19 em todo o mundo.

Segundo a universidade Johns Hopkins, já foram registrados 18.693 óbitos no país, apenas 156 a menos do que a Itália.

As escolas do Brasil em meio à pandemia

As escolas do Brasil não vão precisar cumprir o mínimo de dias letivos este ano, mas deverão manter a carga horária mínima para aprendizagem. Uma medida provisória publicada em 1º de abril oficializou o que as instituições de ensino já sabiam: não haverá tempo para retomar as aulas perdidas devido ao isolamento social.

 INSCREVA-SE NO CANAL E SEMPRE RECEBA NOVIDADES SOBRE MATERIAIS E CURSOS EAD GRATUITOS...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *