Casal de Youtubers que devolveu filho adotivo por ser autista perde contratos e parceria

GOSTOU? ENTÃO COMPARTILHE COM ALGUÉM...

Myka Stauffer e o marido explicam o motivo que levou à decisão em um vídeo no canal do Youtube. O pequeno, chamado Huxley, foi adotado em 2017, quando ele tinha quase dois anos.

“A adoção internacional, às vezes tem o desconhecido, coisas que não estão transparentes na ficha. Quando o Huxley chegou em casa havia muito mais necessidades especiais que não sabíamos. Nos últimos anos ele esteve em uma série de terapias e nós tentamos ajudá-lo como pudemos. Nós nunca quisemos ficar nessa posição, nós tentamos ajudá-lo o máximo possível, nós o amamos de verdade”, disse James.

Segundo o vídeo, a criança já está com uma nova família. “Após uma série de avaliações, vários profissionais de saúde disseram que ele precisa de mais. Tem sido muito difícil. Eu quero dizer para vocês o que está acontecendo. Eu me sinto um fracasso como mãe? Sim, 500%. Esta jornada foi a coisa mais difícil que eu já passei. Após colocar nosso coração nesse menino”, afirmou a youtuber Myka.

O casal, que tem outros quatro filhos biológicos, fez vários vídeos com o garoto chinês nestes três anos que estiveram juntos. Por isso, muita gente tem acusado Myka e James de terem usado a criança para ganhar visibilidade e likes nas redes sociais.

A notícia repercutiu negativamente e Myka acabou perdendo muitos patrocinadores. Kate Hudson , atriz e dona de uma marca de roupas, falou nas redes sociais que a parceria com a youtuber acabou. A Mattel  informou que não trabalha mais com a família Stauffer. Outras marcas como, Playtex Baby, Suave, Big Lots e Chili’s também encerraram as parcerias com Myka.

Fonte: undefined – iG @ https://gente.ig.com.br/celebridades/2020-06-02/youtuber-que-devolveu-filho-adotivo-autista-perde-patrocinios.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *