Professora utiliza rádio comunitária para dar aulas para alunos sem acesso à Internet

GOSTOU? ENTÃO COMPARTILHE COM ALGUÉM...

Em meio à pandemia do COVID-19 , que ainda não deu trégua em todo o mundo, muitos conseguem manter suas atividades, apesar das muitas dificuldades que surgem nestes tempos de crise. Por esse motivo, essa professora é um exemplo, já que nada a fez parar de ensinar.

Embora em todo o mundo a maioria das aulas tenha sido ministrada nos últimos meses pela Internet, para respeitar o distanciamento social e evitar o contágio por coronavírus , em uma área rural da região de La Araucanía, no sul do Chile , que não possui conexão à Internet, esse professor de história conseguiu continuar ensinando.

Escola Básica Lafquén Icalma

Teresa Venegas ensina esse assunto em três escolas rurais da cidade, localizadas em setores isolados de Lonquimay . Ela criou um método peculiar para que seus alunos não vissem o aprendizado interrompido e agora o professor dá aulas através de um programa de rádio.

Segundo o jornal El Austral , ela aproveitou uma rádio local para fazer um programa de rádio e, assim, poder alcançar esses alunos sem a internet. Até agora, cerca de 80 alunos ouvem o programa.


Escola Básica Lafquén Icalma

“Não há internet aqui, então perguntei e eles disseram que eu poderia usar o rádio da escola. Na semana anterior, no programa piloto, falei sobre a história do rádio, no segundo capítulo, sobre as grandes doenças ao longo da história e agora nesta semana quero fazê-lo sobre vulcões “, disse Venegas a este jornal.

É um programa de rádio semanal que é transmitido às terças-feiras às 15:00 e no qual, como ela comentou, aborda diferentes tópicos para oferecer um amplo espectro de aprendizado aos jovens.

Escola Básica Lafquén Icalma

Ela entende que isso, nas aulas on-line, é temporário, devido à atual emergência de saúde que está passando pelo mundo. No entanto, ele enfatizou que as salas de aula são insubstituíveis. “Plataformas como Meet ou Zoom não devem substituir as salas de aula”, disse ele.De fato, essas áreas são tão isoladas que às vezes nem o sinal de rádio chega. Portanto, as salas de aula sempre serão a melhor opção para a educação. Em Icalma, o sinal da internet é mínimo. E em Cruzaco e Marimenuco, que estão mais distantes, às vezes o sinal de rádio nem chega “, afirmou.

É um grande esforço que ela faz apenas para que seus alunos possam treinar. Eles também são gratos.

a

a

a

a

a

a

COM INFORMAÇÕES ADAPTADAS DE UPSOCL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *