“Somos tão importantes quanto os médicos”, orgulha-se faxineira de hospital vacinada da Covid

Gostou? Outras pessoas também poderão gostar. Nos ajude. COMPARTILHE!

Thais Ribeiro Dessanti ganhou um prêmio mais do que justo ao final do plantão na equipe de limpeza e higienização do Hospital Vitória, no bairro CIC, uma das unidades referência no tratamento de Covid-19 em Curitiba. Após passar a noite no trabalho, ela deu uma passadinha em casa e foi direto para o Parque Barigui tomar a primeira dose da vacina do coronavírus, no primeiro dia da campanha de imunização na capital.

Thais Ribeiro Dessanti saiu direto do plantão na limpeza do Hospital Vitória p| Foto: Ricardo Marajó/SMCS

“Somos tão importantes quanto os médicos e enfermeiros. Estou muito feliz em representar as pessoas que trabalham na higienização na Saúde”, ressalta Thais em entrevista à Tribuna do Paraná. “Espero que quando minha filha de 5 anos crescer diga que a mãe lutou contra esse vírus”, orgulha-se a profissional, que chegou a contrair Covid-19 na forma leve.

A profissional foi a quarta pessoa a tomar a vacina na capital nesta quarta-feira (20), primeiro dia da campanha nacional de imunização. “Soube ontem de noite que seria vacinada e fiquei muito emocionada. Trabalhei a noite toda de plantão, só passei em casa para me higienizar e já vim aqui tomar a vacina”, festejava Thais após a aplicação.

A vacinação em Curitiba começou nesta quarta com 24,4 mil doses enviadas pelo Ministério da Saúde. Nesta primeira fase emergencial, serão vacinados profissionais de saúde diretamente envolvidos no tratamento da Covid-19, idosos que vivem em asilos e seus cuidadores, além de 150 indígenas que vivem na única aldeia da capital, no bairro Tatuquara.

A primeira pessoa vacinada na campanha municipal de Curitiba foi a enfermeira Silvana Maria Bora, de 54 anos, que atua na UPA Boa Vista. Outro dos primeiros profissionais de saúde vacinado nesta quarta é o médico Igor Kazuo Onaka, que chegou a ser agredido por um paciente informado do diagnóstico da Covid-19 logo no começo da pandemia.


FONTE: https://www.gazetadopovo.com.br/parana/somos-tao-importantes-quanto-os-medicos-orgulha-se-faxineira-de-hospital-vacinada/

Gostou? Outras pessoas também poderão gostar. Nos ajude. COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *